O site da Melhores Filmes Online utiliza cookies. Saiba mais sobre nossas Políticas de Cookies clicando aqui. Ao navegar você concorda com a sua utilização.
Saiba mais sobre os cookies em nossa Advertência Jurídica e Políticas de Privacidade

6 excelentes documentários sobre música para assistir na Netflix!

6 excelentes documentários sobre música para assistir na Netflix!

Recentemente, entrou no catálogo da Netflix The Defiant Ones, um dos melhores documentários já produzidos sobre o universo da música.

Selecionamos outras cinco obras excelentes disponíveis no serviço de streaming que merecem ser vistas por todos que se interessam por cultura pop e pelos bastidores da indústria musical. Confira!

The Defiant Ones

Tom Petty. Bruce Springsteen. U2. Lady Gaga. Nine Inch Nails. Você sabia que esses ícones da música devem parte do sucesso à figura do mega-produtor e empresário Jimmy Iovine?

A trajetória desse nova-iorquino casca grossa conduz The Defiant Ones, documentário absolutamente imperdível para quem curte os bastidores da indústria musical. Paralelamente, o documentário mostra os primórdios da carreira de Dr. Dre, outro gigante da indústria musical que acabaria tornando-se um dos principais parceiros de Jimmy Iovine. 

E aí está a grande força de The Defiant Ones: a de revelar, de maneira surpreendente, como duas pessoas tão díspares acabaram virando parceiros de negócios e hoje respondem por projetos bilionários, como a empresa Beats Electronics, em parceria com a Apple.

Com depoimentos que reportam a engrenagem cruelmente competitiva da indústria musical e um enredo digno de filme policial, a obra dividida em quatro episódios é garantia certa de uma boa maratona. 

The Story of Anvil

Anvil é um grupo canadense que, durante os anos 1980, quase chegou à primeira divisão do thrash metal mas infelizmente não alcançou o sucesso do Metallica e Slayer.

O filme mostra as agruras da banda para assinar um contrato e manter-se no mercado.

Emocionante e obrigatório para quem curte histórias de superação e perseverança.
 

Some Kind of Monster

Na virada do milênio, a maior banda de metal do planeta estava arrasada. Em meio à gravação de um novo disco, as rusgas entre Lars Ulrich e James Hetfield beiravam o insuportável e respingavam nos outros membros do grupo, principalmente no baixista Jason Newsted.

Por sorte (ou azar), os conflitos internos foram registrados pelos cineasta Joe Berlinger, que havia sido contratado para dirigir o documentário sobre o álbum a ser gravado.

O resultado foi um dos documentários mais reveladores já filmados. Quase 20 depois, o Metallica segue firme e relevante.

Hired Gun

Hired Gun ajuda a entender o que é preciso para estar entre a elite dos músicos profissionais dos EUA (“hired gun” – arma alugada -, é o termo que se dá aos músicos contratados para atuar ao vivo ou em estúdio).

O documentário desmascara o glamour associado aos hired guns e revela as injustiças e a dura realidade que esses caras enfrentam.

Quem é fã de rock irá se deleitar com os relatos contados por Rudy Sarzo (Quiet Riot, Ozzy, Whitesnake), Liberty De Vitto (Billy Joel), Kenny Aranoff (John Fogerty , Smashing Pumpkins, John Mellencamp), Phil X (Bon Jovi); até o ex-Metallica Jason Newsted relata que inicialmente fora contratado como hired gun.

Nos Amis

Esse sem dúvida é um dos documentários mais tocantes dos últimos tempos. Nos Amis (Nossos Amigos) acompanha a banda Eagles of Death Metal após a tragédia na casa de shows parisiense Bataclan. Em novembro de 2015, enquanto o grupo tocava no local, terroristas metralharam covardemente 89 pessoas que assistiam o show.

Difícil imaginar um artista que tenha passado por experiência mais traumática. O documentário dirigido por Colin Hanks (filho de Tom Hanks) mostra a complicada missão da banda em retomar suas atividades. Apesar das adversidades, eles retornam ao Bataclan três meses depois para finalizar o show. Uma obra simplesmente emocionante.

George Harrison: Living in the Material World

Esse é obrigatório para fãs de cultura pop e beatlemaníacos. Dirigido por Martin Scorsese, o doc revela as singularidades do genial compositor de canções imortais como “Something”, “My Sweet Lord” e “Give me love”.

Obviamente, a obra também examina a vida e os diversos projetos do Beatle Quieto, do seu envolvimento com o cinema ao seu interesse pela filosofia oriental.

Também vale destacar o tom honesto que Scorsese adotou para conduzir a história; não é um filme açucarado que só elogia o biografado.

Envie seu comentário

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE